Economy and Society II de José Porfiro – Specific

25 de novembro de 2010

POLO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL – XAPURI

Filed under: Sem categoria — Porfiro @ 3:16 AM

Xapuri será Polo do Conhecimento Sustentável no Brasil

Qua, 24 de Novembro de 2010 14:17 Agazeta

xapuri_sust_10

Xapuri se tornará um município polo do conhecimento sustentável. O Centro Agronômico Tropical de Pesquisa e Ensino (CATIE), instituição internacional de estudo com sede na Costa Rica, implantou oficialmente nesta terça-feira, 24, seu escritório técnico nacional naquele município, cujo prefeito, Bira Vasconcelos, assinou o decreto número 42/2010 criando o Polo de Conhecimento de Xapuri. Além disso, o governador Binho Marques encaminhou à Assembleia Legislativa a mensagem do projeto de lei que cria o Programa Estadual de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável.

 A cerimônia, parte da programação do Seminário Desenvolvimento Sustentável nas Florestas Tropicais, foi realizada no auditório da Biblioteca Pública do Acre. Entre outros, são instituições membros do programa o Banco de Cooperação Alemã (GTZ); Associação Brasileira de Sorvetes; Institute os Soil Science and Site Ecology – Dresden University of Technology; Center For Sustainable Resource Development; CIAT (agência da Colômbia); e Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPE). 
Participaram do ato o presidente da Assembleia Legislativa, Edvaldo Magalhães; o prefeito de Xapuri, Bira Vasconcelos; a reitora da Universidade Federal do Acre, Olinda Batista; Helmuth Eger, diretor do GTZ Brasil; além de secretários estaduais, estudantes, ativistas socioambientais e pesquisadores nacionais e internacionais. “Avaliamos dois fatos neste evento: primeiro é um marco para o Acre e para o Brasil a organização do conhecimento e, depois, faz parte de um sonho, o sonho de Chico Mendes.

O CATIE é uma instituição internacional cuja missão é de reduzir a pobreza rural por meio da educação, pesquisa e cooperação técnica, além de promover a gestão sustentável da agricultura e recursos naturais. “Estar aqui é uma oportunidade muito grande. Quando o governador esteve na Costa Rica e falou de uma Nova Economia, baseada em baixo carbono e alta inclusividade eu disse: esta é a proposta do Catie”, disse José Joaquím Campos Arce, diretor geral do CATIE, resumindo a interatividade das propostas do Acre e de sua instituição.

O governador Binho Marques esteve na sede do CATIE em maio passado, onde deu importantes passos para a instalação do escritório da organização em solo brasileiro. O Catie estabelece no Acre formando uma capacidade de recursos humanos essencial ao projeto de desenvolvimento sustentável que ao mesmo faz com que o Estado tenha maior distribuição de riqueza preservando o ambiente. O CATIE agrega empreendedorismo às questões da sustentabilidade no Acre. O governador sintetizou os resultados dos 12 anos de governo da Frente Popular: “estamos concluindo esse período de três governos com realizações que nós mesmos não imaginávamos”.

Antigo parceiro do Acre, o GTZ se mantém como grande colaborador do trabalho desenvolvido no Estado. “O desenvolvimento do Acre nos últimos anos é mais que a concretização de um sonho. É um exemplo de implementação de políticas públicas”, observou Helmuth Eger, diretor do GTZ no Brasil.

“O que começou como sonho termina como marco institucional.
Eufran Amaral, secretário de Estado do Meio Ambiente, sobre o conjunto de leis e ações da política de sustentabilidade no Acre

A grande aliança em favor da sustentabilidade
A Costa Rica é o país-sede do CATIE, que tem 13 outras nações como membros. O país desenvolveu instrumentos que ao mesmo tempo valorizam, mantêm e geram renda a partir de sua biodiversidade e do conhecimento acerca dela. A Costa Rica chegou a ter apenas 20% de suas florestas, mas trabalhou para recuperá-la e hoje tem mais de 50%, projetando chegar a 60% em breve. 
O CATIE combina a ciência, a pós-graduação e de cooperação técnica para alcançar essa meta. Instituição sem fins lucrativos, o CATIE gera renda e recebe contribuições de países membros para financiar parcialmente suas atividades para cumprir a sua investigação, educação e sensibilização da comunidade. Ele também tem o apoio de patrocinadores e doadores de vários países que se comprometeram a cumprir a sua missão.

No ato desta terça-feira, a instituição também assinou acordo de cooperação técnica com a Ufac. O documento foi firmado entre Olinda Batista e José Joaquín Campos Arce.  “A Ufac segue avançando em suas propostas e desafios”, resumiu a reitora, agradecendo ao esforço do Governo do Estado no fortalecimento da universidade pública.

O que é o Programa de Promoção e Fomento do Conhecimento Sustentável?
O Programa Estadual de Promoção e Fomento do Conhecimento Sustentável será implantado pela Secretaria de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia. Prioritariamente, o programa será concretizado através do Polo de Conhecimento de Xapuri, instituído pelo projeto de lei encaminhado à Aleac como uma unidade territorial integradora do conjunto de ações de promoção e fomento às atividades voltadas para o conhecimento, seja de ensino, formação, pesquisa ou desenvolvimento tecnológico no Estado do Acre.  O programa está baseado nos seguintes princípios: 1) uso dos recursos naturais com responsabilidade e conhecimento técnico para proteção e integridade do sistema climático em benefício das presentes e futuras gerações; 2) desenvolvimento de pesquisas e de tecnologias orientadas para o uso racional dos recursos ambientais; difusão de tecnologias de manejo do meio ambiente, divulgação de dados e informações ambientais e formação de uma consciência pública sobre a necessidade  de preservação da qualidade ambiental e do equilíbrio ecológico.     
A manutenção do programa se dará também  pela captação de recursos junto aos Fundos de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e de Florestas. O programa prevê renúncia de impostos para atividades de estudo e pesquisas em Xapuri. “Queremos transformar uma região rica em alternativa de desenvolvimento sustentável”, disse o governador Binho Marques. (Agência Acre)

XXXXX

Xapuri se consolida como pólo de conhecimento Imprimir E-mail
Escrito por Edmilson Ferreira   
14-Dez-2010
Instituto Federal de Educação Profissional amplia rede e garante campus com cursos técnicos e de nível superior em Xapuri
Parceria entre as três esferas de Governo – federal, estadual e municipal – faz Xapuri seguir se consolidando como pólo do conhecimento na região Norte. Em reunião com o governador Binho Marques e o prefeito de Xapuri, Bira Vasconcelos,  o secretário nacional de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Eliezer Pacheco,  assegurou a implantação do Campus Avançado de Xapuri do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre  (Ifac), que já em 2011 estará ofertando 80 vagas de nível superior em Ciências da Natureza e de Gestão Ambiental, além   de ampliar a oferta de cursos técnicos possivelmente com o ensino médio integrado.  

“Queremos fazer daquele município um ambiente do conhecimento”, disse o governador, lembrando que grandes passos foram dados nessa direção: o  Centro Agronômico Tropical de Pesquisa e Ensino (CATIE), instituição internacional de estudo com sede na Costa Rica, implantou oficialmente este mês  seu escritório técnico nacional naquele município, e o prefeito  Bira Vasconcelos  decretou a criação do  Polo de Conhecimento de Xapuri. Além disso, Universidade de Brasília (UnB e Universidade Federal do Acre (Ufac) mantém cursos de graduação e especialização. Os cursos são voltados ao desenvolvimento sustentável.

Na base do acordo está a transferência de uma escola estadual para o MEC implantar o campus do Ifac. O encontro foi realizado no Gabinete do Governador e estiveram presentes assessores do MEC e o diretor-presidente do Instituto Dom Moacyr de Educação Profissional, Irailton Lima. Ainda no começo de dezembro, o governador Binho Marques pediu a aprovação do  Programa Estadual de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável, que prioritariamente  será concretizado através do Polo de Conhecimento de Xapuri, instituído pelo projeto de lei encaminhado à Assembleia Legislativa  como uma unidade territorial integradora do conjunto de ações de promoção e fomento às atividades voltadas para o conhecimento, seja de ensino, formação, pesquisa ou desenvolvimento tecnológico no Estado do Acre.  O programa está baseado nos seguintes princípios: 1) uso dos recursos naturais com responsabilidade e conhecimento técnico para proteção e integridade do sistema climático em benefício das presentes e futuras gerações; 2) desenvolvimento de pesquisas e de tecnologias orientadas para o uso racional dos recursos ambientais; difusão de tecnologias de manejo do meio ambiente, divulgação de dados e informações ambientais e formação de uma consciência pública sobre a necessidade  de preservação da qualidade ambiental e do equilíbrio ecológico.    

A manutenção do programa se dará também  pela captação de recursos junto aos Fundos de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e de Florestas. O programa prevê renúncia de impostos para atividades de estudo e pesquisas em Xapuri. “Buscamos  atender a sociedade acreana com ensino técnico e superior neste próximo ano em Rio Branco, Sena Madureira e Cruzeiro do Sul também, e em Xapuri as condições são ainda mais especiais, pois atualmente não há nenhum curso superior na região que atenda a demanda de formação dos jovens. Com mais esta parceria com o Governo do Estado, ofereceremos neste primeiro semestre de 2011, o tecnólogo em Gestão Ambiental e mais uma licenciatura”, afirmou o reitor do Ifac, Marcelo Minghelli, lembrando que a demanda pelos cursos superiores veio da socieadade. “É mais um presente que o Governo Federal e o governador BInho Marques dá ao povo de Xapuri”, comemorou o prefeito Bira Vasconcelos.  

No encontro  com o governador, o reitor do Ifac reforçou a proposta de manter a ampliação das atividades dialogando verticalmente e harmonicamente com os atores institucionais do Estado. Entre outras ações, existe a proposta de realização de um  fórum no início do próximo ano para discutir com a sociedade a expansão do Ifac,  criando, por exemplo,  o Núcleo de Certificação, mais dois campus  e a escola binacional.

Eliezer Pacheco, acompanhou  Marcelo Minghelli  em visita técnica as obras do campus Rio Branco no bairro Xavier Maia.  Pacheco prestou esclarecimentos públicos sobre investimento na educação técnica e profissional, oferta de cursos técnicos e superiores gratuitos para a população do Acre e  construção  de núcleos em Cruzeiro do Sul,  Xapuri e Rio Branco. “A partir de agora podemos garantir já para 2011 dois cursos importantes que certamente irão favorecer muito a comunidade de Xapuri”, reafirmou Pacheco.

.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: